sobre

No doutorado em ciência da informação, na Universidade de São Paulo, pesquisa a escrita autobiográfica de mulheres negras. Jornalista, mestra em educação, colunista da revista Cult. Consultora de projetos em instituições públicas e privadas nas temáticas de gênero, raça, relações raciais, escrita, educação, cultura digital. Com experiência docente no ensino superior e na educação básica, facilita cursos, workshops e oficinas. Palestrante em eventos nacionais e internacionais. Autora do livro Quando me descobri negra.

contato: biancasantana [arroba] gmail.com

CVBianca Santana. CV

Um comentário em “sobre

  1. Bianca, li teu artigo no exemplar da Cult deste mês, “Cartas a homens brancos de esquerda”, e fiquei muito emocionado.Todos morremos um pouco com o bárbaro assassinato de Marielle. Como a quantidade de melanina na minha pele seja pouca, até com rosácea, não devo e não me sinto autorizado a falar sobre a condição das mulheres e dos homens pretos do nosso país. A fala tem de caber aos Homens e Mulheres pretos, que sempre sofreram e ainda sofrem com o racismo à brasileira (talvez o mais insidioso).
    Escreva sempre. Sempre. Somos gratos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s